Ehlaz Jammal, Advogado

Ehlaz Jammal

(36)Brasília (DF)
243seguidores3seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

advogada
Advogada com atuação nas áreas de Direito Público, Cível, Consumidor e Família. Atendimento aos clientes, realização de consultorias e orientações, elaboração de peças processuais (iniciais, defesas, recursos e pareceres), criação de relatórios periódicos aos clientes e realização de audiências.

Verificações

Ehlaz Jammal, Advogado
Ehlaz Jammal
OAB 38,762/DF

Autor (Desde Mar 2016)

Comentarista (Desde Mar 2016)

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 7%
Direito Ambiental, 7%
Direito do Trabalho, 7%
Contratos, 7%
Outras, 72%

Primeira Impressão

(36)
(36)

36 avaliações ao primeiro contato

Direito Civil

Direito Penal

Direito Previdenciário

Direito Tributário

Direito de Família

Direito do Trabalho

Mais avaliações

Comentários

(87)
Ehlaz Jammal, Advogado
Ehlaz Jammal
Comentário · há 6 meses
Boa noite Dr. Luzardo, tudo bem com o senhor? Primeiramente agradeço pela leitura do artigo e pelo comentário. Meu muito obrigado, para mim é de grande importância. Em relação a dúvida do senhor, esse inventário deverá ser judicial por conta da incapacidade da viúva meeira. Creio que com a curatela essa filha poderá representá-la judicialmente em todos os atos do inventário. Não sei quem irá ajuizar essa ação e que requererá ao juiz o pedido de nomeação de inventariante, mas o que pode ser feito Dr. é na elaboração da petição que requererá a abertura do inventário, abrir um tópico com os bens a serem partilhados e no mesmo ato já apresentar essa divisão, o detalhe é que todos os herdeiros deverão estar de comum acordo, para ser um inventário judicial porém tendendo a ser consensual, inclusive constando declarações assinada e reconhecida por cada um dos herdeiros quanto a divisão dos bens. Se um dos herdeiros não concordar na prática com essa divisão será necessário ao final do processo apresentar o formal de partilha com os quinhões de todos herdeiros iguais. Para tanto, para que cada um tenha seu quinhão deverá ser realizada a venda dos imóveis. Dr. o melhor caminho é tentar conversar com cada um dos herdeiros e demonstrar para cada um a necessidade dessa filha herdeira que está com a mãe sob seus cuidados o gasto de tempo e custos que a mesma possui com tratamento e cuidado. Seria muito interessante tentar esse acordo, pois o processo de inventário por si só é uma ação triste e demorada, o quanto os herdeiros se unirem para resolver da melhor forma possível para cada um e claro para que não se estenda uma ação por uma década seria a solução ideal para o caso. Espero ter lhe ajudado. Att.

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

(243)
Carregando

Tópicos de interesse

Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Brasília (DF)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Ehlaz Jammal

Entrar em contato